MÉTODOS DE SEPARAÇÃO DE MISTURAS


MÉTODOS DE SEPARAÇÃO DE MISTURAS


1.        Para misturas heterogêneas:

Processo
No que se baseia
Tipo e exemplo

Como é feito

Catação
Diferença de tamanho e de aspecto das partículas.
Sólido – Sólido
Feijão e impurezas
Método rudimentar que utiliza as mãos ou uma pinça para separar os componentes da mistura.
Peneiração ou
Tamisação
Diferença de granulação dos componentes.
Sólido–Sólido
Areia fina e pedras
Agita-se a peneira, o componente de granulação menor atravessa a malha e é recolhido.
Ventilação
Diferença de densidade entre os sólidos.
Sólido–Sólido
Arroz e palha
Passa-se uma corrente de ar pela mistura, o sólido menos denso é arrastado e separado do mais denso.
Filtração
Diferença acentuada de tamanho das partículas dos componentes.
Sólido–Líquido
Areia e água
Faz-se a mistura passar por um filtro que pode ser de papel: o líquido atravessa o filtro enquanto o sólido fica retido.
Sedimentação Fracionada
Diferença acentuada de densidade entre os componentes.
Sólido–Sólido
Areia e serragem
Adiciona-se um líquido de densidade intermediária. O sólido mais denso se deposita no fundo do recipiente. O menos denso flutua.
Decantação
As substâncias são imiscíveis, não são solúveis uma na outra.
Líquido-Líquido
Sólido-Líquido
Óleo em água ou terra em água
Dois ou mais líquidos imiscíveis se separam espontaneamente (o menos denso em cima). Para acelerar a separação de sólidos dispersos em líquidos, utiliza-se a centrífuga.
Levigação
Um dos componentes (em forma de pó) é facilmente arrastado por um líquido e o outro não.
Sólido–Sólido
Ouro e impurezas em pó (areias auríferas)
Emprega-se uma corrente de água ou de outro líquido adequado para arrastar o componente menos denso (pulverizado).
Dissolução fracionada
Uma das substâncias é solúvel num determinado solvente e a outra não.
sólido–sólido
NaCl e Areia
Adiciona-se à mistura um líquido que dissolve apenas um dos componentes. O componente não dissolvido é separado por filtração e o que se dissolveu, por destilação.


2.        Para misturas homogêneas:

Processo
No que se baseia
Tipo e exemplo
Como é feito
Destilação simples
Diferença acentuada entre os pontos de ebulição das substâncias.
Sólido-Líquido
NaCl e água
O balão de destilação é aquecido sobre uma tela de amianto na chama de um bico de Bünsen. O líquido entra em ebulição, o vapor vai para o condensador, é condensado e recolhido no erlenmeyer.
Destilação Fracionada
Diferença pequena entre os pontos de ebulição das substâncias.
Líquido-Líquido
Petróleo ou ar liquefeito
Ao aparato de destilação acrescenta-se uma torre de fracionamento com cacos de vidro ou bolinhas de porcelana para dificultar a passagem do composto de menor ponto de ebulição.
Dissolução fracionada
Uma das substâncias é solúvel num determinado solvente e a outra não.
sólido–sólido
NaCl e AgCl
Vide tabela 1.
Evaporação
Diferença acentuada entre os pontos de ebulição das substâncias.
Sólidos-Líquido
Água do mar
A mistura é deixada em repouso ou é aquecida até que o líquido sofra evaporação.
Cristalização fracionada
Diferença acentuada entre as solubilidades das substâncias
Sólidos-Líquido
Água do mar
Ao evaporar lentamente parte do líquido (solvente), a substância menos solúvel se cristaliza antes das outras, separando-se da mistura.

Outros processos:

Processo

No que se baseia
Tipo e exemplo
Como é feito
Separação Magnética
Propriedades magnéticas de um dos componentes.
Sólido–Sólido
Ferro e enxofre
Submete-se a mistura à ação de um ímã. O componente que sofre magnetismo é atraído e separado dos demais.
Sublimação
Uma das substâncias sofre sublimação em condições amenas e a outra não.
Sólido–Sólido
Iodo e impurezas
A mistura é aquecida, a substância sublima e quando o vapor encontra uma superfície fria volta a cristalizar. As impurezas ficam retidas.

0 Response to "MÉTODOS DE SEPARAÇÃO DE MISTURAS"

Postar um comentário

EXERCÍCIOS

AULAS PRÁTICAS

BALANCEAMENTO POR OXI-REDUÇÃO

BALANCEAMENTO POR TENTATIVAS

ÓXIDOS - AULA 1

ÓXIDOS 1

ÓXIDOS - AULA 3

REAÇÃO DE OXIDO REDUÇÃO

ÓXIDOS AULA 2